Lázaro morre após ser preso em Goiás, no 20º dia de busca

Criminoso era procurado por uma força-tarefa policial desde o dia 9 de junho, após matar uma família em Ceilândia, no DF.

Após 20 dias de uma megaoperação que contou com mais de 270 policiais, Lázaro Barbosa, de 32 anos, foi morto após ser baleado por vários tiros nesta segunda-feira (28), em Goiás.

Condenado por assassinatos e estupros, o fugitivo da Justiça era procurado por uma série de crimes na Bahia, no Distrito Federal e em Goiás. Com conhecimento de mata, Lázaro conseguia se disfarçar em vegetações e fugia por rios para não deixar rastros. As buscas por Lázaro mobilizaram o país.

O procurado foi atingido por vários tiros. Após ser baleado, ele foi levado por uma viatura do Corpo de Bombeiros para o Hospital Municipal Bom Jesus, mas morreu. Por volta de 11h10 uma viatura do Instituto Médico Legal (IML) chegou aos fundos da unidade de saúde. O corpo dele deve ser levado para ser periciado em Goiânia.

As buscas por Lázaro começaram após a morte de quatro pessoas de uma mesma família em Ceilândia, no Distrito Federal, em 9 de junho. Dias depois, Lázaro foi acusado de outra morte, de um caseiro da fazendo no distrito de Girassol, em Goiás.

Um vídeo que circula as redes sociais, mostra o foragido da justiça Lázaro Barbosa carregado por militares, com comemoração de policiais e moradores da região.

Aos 32 anos, ele já tinha extensa ficha criminal, fugiu três vezes da prisão e era acusado de diversos crimes desde 2007.

Fonte: G1

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *