Etapas importantes de obras em subestações do Sul de Minas são finalizadas

Região recebeu investimentos significativos para atender a demanda crescente por energia de qualidade    

A Cemig está sempre atenta às necessidades de Minas Gerais, e atua para apoiar e possibilitar o desenvolvimento econômico do estado. O Sul de Minas é uma das regiões com maior demanda de energia e que apresenta grande importância econômica, principalmente pelo agronegócio. 

Pensando nessa importância econômica para o estado, a Cemig realizou nesse ano de 2021, um grande plano de investimentos, no valor de R$376 milhões, com a construção de novas subestações e ampliação das instalações já existentes. Duas importantes etapas desse plano foram concluídas, com a expansão da Subestação Andradas e a instalação de mais um transformador na subestação de Alfenas. 

Alfenas 

A ampliação da subestação de Alfenas vai impactar diretamente na vida de mais de 100 mil pessoas, principalmente nas cidades de Alfenas e Areado. De acordo com o engenheiro líder regional, Bruno Ferrarezi, a obra é muito importante para garantir a qualidade da energia.  

“A ampliação da PCH Poço Fundo, no rio Machado, é a principal obra de geração da Cemig em andamento. O empreendimento vai possibilitar o aumento da geração de energia da PCH Poço Fundo de 9,6 MW para 30,0 MW. E pensando nesse aumento a Cemig também investiu aproximadamente R$11 milhões na instalação do autotransformador de 33 MVA na Subestação Alfenas” – destaca.  

Andradas 

Situada na região de Poços de Caldas, a cidade de Andradas também tem um importante papel econômico para a região. A subestação Andradas teve finalizada a etapa de expansão, o que já está beneficiando diretamente aproximadamente 50 mil pessoas. 

Assim como as novas instalações em Alfenas, todos os equipamentos contam com o novo sistema de automação de subestações, o que permite aos operadores realizarem, à distância, as intervenções necessárias nos equipamentos. 

“Esse investimento da Cemig mostra o compromisso da empresa com a qualidade da energia que é oferecida, e mostra que ela está atenta às necessidades de seus consumidores. O Sul de Minas é um importante polo econômico, e essas intervenções vão impactar positivamente na vida de centenas de milhares de pessoas”, afirma Bruno. 

Outras obras estão previstas para o ano de 2022, para a última etapa do plano de investimentos para a PCH Poço Fundo e demais empreendimentos em andamento na região Sul do estado.             

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *