Festival Nacional da Canção: Música vencedora é de Minas Gerais

UM FESTIVAL INESQUECÍVEL!

Pela primeira vez em 50 anos o Festival Nacional da Canção aconteceu totalmente online. Uma edição diferente, mas que cumpriu seu propósito: dar visibilidade a músicos do Brasil e do mundo. Durante 2 dias foram mais de 7 horas de transmissão ao vivo pelas redes sociais do festival, milhares de pessoas acompanharam essa edição online. Foram quase 2 mil canções escritas por compositores e intérpretes de várias partes do Brasil do mundo. 12 estados e o Distrito Federal foram muito bem representados por seus músicos. Não faltou música de qualidade, aliás canções que surpreenderam até mesmo os jurados que tiveram trabalho para escolher as classificadas. 30 músicas seriam apresentadas durante o festival, mas pela qualidade das composições esse número saltou para 50. E aí, não faltou emoção.

No final da noite de sábado as 4 primeiras colocadas foram anunciadas. Em quarto lugar ficou  a música “Teu amor é meu lugar” de Santana do Parnaíba, em São Paulo. Uma composição de Eduardo Santhana e Gonzaga Blantes, interpretada por Eduardo Santhana. Já em terceiro lugar, a canção “Iolandas” de Ribeirão Preto. Uma música de Juliana Mangoli e a Banda Senhorita. A segunda colocação foi da cidade de Patos de Minas interior de Minas Gerais, “O Presente” composta por Alan Girardeli, interpretação de Alan Giradeli, Marcello Soares, Lucas de Paulla, Ciro Nunes e Alexandre Rosa. A música escolhida pelos jurados em primeiro lugar e que levou o troféu Lamartine Babo deste ano foi a canção “Longe de Mim”, uma composição de Tatio Abreu e interpretação de Caldera, de Belo Horizonte.

 A vencedora recebeu o troféu Lamartine Babo e R$6 mil, o segundo colocado troféu e R$4 mil, o terceiro troféu e R$3 mil, o quarto troféu e R$2 mil.    “Eu estou feliz demais, não tenho palavras para descrever. Isso representa um momento muito importante, estamos nessa carreira há muito tempo. Fazer uma canção autoral nesse país não é fácil, e não tem nada melhor do que ganhar esse prêmio nacional. O Festival valoriza a canção Nacional, o que poucos festivais têm”, desabafa Tátio abreu ganhador do Festival deste ano.

Agora começa a preparação para a próxima edição do festival, 50 anos de história em prol da música popular brasileira.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *