Alimentação Saudável é tema de palestras em Elói Mendes

Alimentar bem é importante para seu organismo funcionar corretamente. Pensando nisso a Secretária Municipal de Saúde promove essa semana palestras nos PSF’s sobre alimentação saudável, com a bacharelanda em nutrição Letícia Veloso.

11356051_473819556109608_403533523_n Confira a entrevista exclusiva com a nutricionista.

O que é necessário para ter uma alimentação saudável?

Fazer uma alimentação saudável e manter-se fisicamente ativo, são dois fatores vitais para a saúde e o bem-estar.

A alimentação tem um papel fundamental na nossa qualidade de vida, sendo muito importante adotar uma dieta saudável e adequada ao nosso estilo de vida. O consumo excessivo de alimentos ricos em gorduras saturadas, sódio e açúcares pode provocar problemas de saúde. Contudo, lembre-se: não há alimentos maus, apenas má alimentação. Não é necessário deixar de comer determinados alimentos para ter uma alimentação saudável, apenas fazer a combinação certa de alimentos, na quantidade adequada, e adotar algumas regras no seu dia a dia.

– Quais as doenças decorrentes da má alimentação?

Colesterol Alto: O aumento do nível do colesterol no sangue pode vir a causar o bloqueio das artérias e veias do corpo, levando ao derrame e ao infarto. O colesterol em nosso organismo vem de duas formas: do próprio organismo e ainda através dos alimentos que são ingeridos.

Obesidade: A obesidade é uma doença cuja principal característica é o acúmulo exagerado de gordura no corpo, sempre ligado a diversos problemas de saúde. Há diversas causas para a obesidade, dentre elas podemos salientar os fatores ambientais, genéticos e psicológicos.11355451_473819566109607_662659257_n

Gastrite: A gastrite nada mais é que uma inflamação da mucosa estomacal, que pode ser separada em de duas formas: crônica e aguda. Nos casos que a pessoa sofre de gastrite crônica, a causa mais comum dela é uma infecção gerada através da bactéria helicobacter pylori. Porém, ainda pode acontecer em razão de fatores hereditários e ainda por conta de má alimentação, stress, má alimentação, especialmente quando se faz poucas refeições no decorrer do dia ou ainda aquelas que privilegiam uma quantidade exagerada de alimentos de uma única vez.

Hipertensão: A hipertensão acontece sempre que os níveis de pressão arterial estão se acima dos valores de segurança para as pessoas em geral. Podemos apontar diversas causas para a hipertensão e, dentre elas estão o consumo excessivo de álcool, a obesidade, o consumo em excesso de sal o sedentarismo, tabagismo, e ainda o fator hereditário, que também pode fazer toda a diferença. Esta doença acabou se tornando um dos mais importantes fatores de risco para os problemas cardiovasculares.

– Toda gordura é prejudicial?

Embora sejam frequentemente colocadas na posição de vilãs da dieta, retirar as gorduras da alimentação pode representar risco à saúde, já que elas, ao lado de proteínas e carboidratos, compõem os grandes grupos alimentares necessários à boa nutrição. Nem toda a gordura é prejudicial, mas as pessoas têm dificuldade de fazer essa diferenciação e acabam restringindo o consumo de alimentos extremamente benéficos. Um exemplo é o óleo de soja é fonte de gorduras poli-insaturadas, com ácidos graxos ômega 6, que oferecem importantes benefícios em termos de controle do colesterol. O tipo de gordura que mereça ser excluído do cardápio é a gordura trans, encontrada em produtos industrializados como biscoitos recheados, sorvetes, massas folhadas.

– É possível emagrecer sem o uso de medicamentos?11272168_473819559442941_1365304299_n

Sim. Os medicamentos para perder peso são alternativas extremas, que podem ser evitadas pelos resultados possíveis apenas com dietas e exercícios. A primeira coisa que se deve fazer é diminuir a quantidade de gordura dos alimentos

– Quais alimentos devemos evitar?

Refrigerantes: Sabemos que as bebidas gasosas estão cheias de açúcares, cafeína, componentes químicos artificiais que lhes conferem sabor e são prejudiciais à saúde, aumentam o peso e podem causar muitas doenças em longo prazo.

Alimentos Embutidos: São alimentos como a salsicha, mortadela, salame e presunto. Como são industrializados, têm uma quantidade considerável de conservantes e sódio, além de gordura. Tudo o que faz mal à saúde.

Sucos Industrializados: Apesar de ser mais prático, é pior do que o suco natural, já que não apresenta todos os nutrientes da fruta. Além disso, possui conservantes e muito açúcar.

Bebidas Alcoólicas: É calórica e, se consumida em excesso, pode reduzir o controle que uma pessoa tem sobre a sua alimentação.

Temperos Prontos: Temperos prontos em cubos, por exemplo, contêm muito sódio. Os molhos para a salada são gordurosos e calóricos. É preciso evitar esses ingredientes pois eles podem acabar tornando uma refeição que poderia ser nutritiva e saudável em uma fonte de sal e gordura.

11287163_473819552776275_423546124_n Quantas refeições devemos fazer ao dia?

Devemos fazer entre 5 e 6 refeições por dia, ou seja, uma refeição a cada 3 horas, não importa se objetivo é emagrecer, engordar ou manter o peso. As refeições do dia devem então ficar divididas da seguinte forma:

Café da manhã, Lanche da manhã, Almoço, Lanche da tarde, Jantar, Ceia.

– Onde mais você irá realizar palestras?

Por enquanto encerrei as palestras, mas tive a oportunidade de realizar elas no PSF Nossa Senhora Aparecida (Vila), PSF Vila Coli, PSF São Luis. Faltou o PSF da Chapada e o PSF da Cohab, creio eu que ainda vou estar passando por lá.

– Quantas pessoas foram alcançadas?

Mais ou menos 50 pessoas, de vários tipos de escolaridade. Contando com o pessoal que trabalha nos PSF’s

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *