Ação conjunta da Polícia Civil e Militar resulta em apreensão de produtos furtados

“Na tarde de (14), compareceu à Delegacia de Polícia de Elói Mendes um cidadão residente na zona rural noticiando que a fazenda de sua família havia sido furtada na última terça-feira (12), e que haviam levado, dentre outros itens, dois pneus (com rodas montadas) de uma carreta utilizada na produção de café e no transporte de esterco, capim etc.


O cidadão contou que, na data de ontem, havia avistado os pneus e as rodas subtraídas em uma borracharia localizada em Elói Mendes, em poder do conduzido, e reconheceu os itens como aqueles que haviam sido subtraídos de sua propriedade um dia antes. Imediatamente, com o comparecimento e o relato da vítima, o Delegado deslocou-se em companhia da vítima até a borracharia mencionada, e lá apurou informações a respeito do receptador, descobrindo que, na manhã de quarta, os pneus furtados haviam sido entregues a ele por um funcionário da borracharia.


A Polícia Militar em Elói Mendes se prontificou imediatamente a auxiliar a equipe da Polícia Civil na incursão junto à residência do receptador.
Chegando na residência do suspeito, o pai deste, proprietário do imóvel, permitiu a entrada da equipe de policiais civis e militares trabalhando em esforços conjuntos.
No quintal da residência, foram encontradas as duas rodas subtraídas no início da semana, as quais foram reconhecida pela vítima e por testemunhas.

O suspeito foi conduzido pela Polícia Civil e Polícia Militar à Delegacia de Elói Mendes e autuado em flagrante pelo crime de receptação.
Tendo em vista que a pena máxima do delito é de 4 (quatro) anos de prisão, foi arbitrada fiança de R$ 5.000,00 (cinco mil reais), a qual foi paga pelo conduzido.
As duas rodas, utilizadas no trabalho agropecuário, foram apreendidas pela Polícia Civil e serão restituídas à vítima.

Elói Mendes conta com uma das mais extensas zonas rurais da região, e o número de crimes contra o patrimônio na zona rural vem apresentando índices alarmantes. Atuações como a de hoje, da Polícia Civil e da Polícia Militar, são relevantes para a repressão a esse tipo de criminalidade cada vez mais presente na região.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *